top of page
  • Foto do escritorGrupo Apomedil

Venda de caminhões tem alta de 7% em todo o País

O mercado de caminhões apresenta alta de 7% no acumulado do ano. De janeiro a maio, foram emplacados 45.796 veículos contra 42.614 do mesmo período do ano passado. Os dados são da Federação Nacional da Distribuição de Veículos Automotores (Fenabrave).


O presidente da Fenabrave, Andreta Júnior, analisou a performance do mercado de caminhões neste ano. “Foram mais de 45 mil unidades comercializadas em apenas cinco meses”, salienta. “O agronegócio e setores industriais ainda impulsionam o segmento, mas observamos aumento importante na construção civil e na locação de caminhões para que as empresas de transporte não precisem investir seu capital de giro neste momento.”


Em seu relatório, a entidade alega que é cedo para avaliar o impacto da crise climática do Rio Grande do Sul sobre o setor. Das 722 concessionárias gaúchas, 300 foram atingidas pelas chuvas. O mercado estadual representou 4% do total nacional no período de janeiro a abril.“Mesmo afetado pelas questões climáticas, o setor logístico gaúcho, responsável por fazer girar a economia, será muito demandado, o que tende a aquecer as vendas de caminhões”, avalia o diretor de vendas da Apomedil, Marlon Weiand. “O governo estimulará a reconstrução do Estado, e as concessionárias têm todo o interesse de ofertar condições acessíveis de aquisição de caminhões aos empresários do setor.”

0 comentário

Comments


bottom of page